2001 - Uma Odisséia no Espaço

30.3.19

Olar, queridos cyberfriends! Hoje venho compartilhar comentários sobre uma das minhas leituras recentes, 2001! Esse livro foi um perfeito enigma na minha vida, e talvez por este motivo tenha surgido inspiração para escrever sobre ele agora, devido às circunstâncias que ocorreu sua leitura em minha vida, em plena fase de renascimento, por assim dizer. Como sabem, eu mudei recentemente de casa, e parece que tudo fica meio fora do lugar até na nossa mente, ou pelo menos, foi assim comigo já que permaneci durante 10 anos na minha última casa. Voltando ao assunto, vamos falar sobre 2001!
E falando especificamente sobre esta versão da Aleph, linda de viver!
Inclusive, como já mencionado infinitamente na web, é tipo um monolito!
Eu comprei esse livro pela primeira vez em 2013/2014, eu acho, e nem acredito que faz tanto tempo assim. Lembro que na primeira leitura que iniciei, não consegui de forma alguma finalizar. Tinha assistido o filme e tudo o mais, e realmente havia gostado do filme principalmente por toda arte envolvida, e no entanto, não consegui concluir a leitura do livro. E eu me recordo exatamente o motivo! Havia faltado aquela "liga" com a história, que talvez apenas mais algumas experiências de vida pudessem permitir. Acabei largando o livro, e posteriormente, até dei de presente à uma amiga que conheci e pensei que pudesse se interessar pelo livro, afinal, a história inegavelmente é tudo sobre arte puríssima. Vira-volta eu reassistia ao filme, e pretendia retomar a leitura do livro, o que nunca acontecia. Até que alguns anos mais tarde, um certo dia, me veio uma intuição fortíssima pra procurar informações gerais sobre o livro/autor, a forma como foi elaborado e tudo o mais, e a ligação da construção da história (o filme, principalmente) com o subconsciente, casou perfeitamente com o assunto que estudava por curiosidade no momento. Aí não teve jeito, já entrei em contato com a Editora Aleph (neste momento parceira do blog) e pedi que me enviassem esse livro. Foi bem curioso e até impressionante a forma como a leitura fluiu desta vez!
Eu li o livro inteiro em dois dias! Se na primeira leitura cada página foi arrastada, desta vez, foi como um suspiro! Mergulhei de cabeça na história enquanto lia o livro em meio às caixas bagunçadas da mudança da minha casa. Foi como um estudo de Sociologia, a narrativa do autor, as associações que fazia na minha mente com o que lembrava dos estudos feitos, e links com o filme também, cuja arte visual é indiscutivelmente incrível ainda mais considerando-se a época de elaboração (1968) e os efeitos especiais... Até me vieram ideias para pinturas interessantes que infelizmente ainda estão no papel. Quando terminei a leitura, foi incrível o "clique" mental que veio na hora: "é tudo sobre renascimento!". Não vejam isto exatamente como um spoiler, amigos, mas eis que a interpretação profunda desta obra literalmente veio como um clique inesperado do meu subconsciente. E aí fui pesquisar mais a fundo sobre as análises que existem sobre o livro/filme na internet que confirmaram esta intenção dos criadores. É claro que encontrei textos com análises muito mais elaboradas que esta minha, que não pretende ser muito além daquilo que é, e foi surpreendente. O diretor Kubrick elaborou a obra conjuntamente com o autor Arthur C. Clarke e um dos objetivos das filmagens - falando mais especificamente sobre arte visual - era conversar diretamente com o subconsciente do espectador. O que ocorreu claramente comigo, como pude perceber! Desta forma, o filme não tem muito diálogos, bastando as imagens em si caberem à interpretação de quem o assiste, o que acho incrível! Já o livro é diferente. Tem mais diálogos, tem mais elaboração textual que facilita a construção mental - porque leitura é tudo sobre imaginação, pelo menos eu vejo desta forma - e nas explicações das passagens, mesmo fazendo uso de certa subjetividade em seu final, a cereja do bolo! O final então, incrível narrativa!
Enfim, livro genial! De um chato que larguei pela metade, tornou-se um favorito conjuntamente com os livros da Fundação, que eu amo. Não sei nem o que acrescentar mais... se puderem ler, deem uma oportunidade pra essa obra fantástica na vida de vocês! Até logo e lembrem-se de inscreverem-se em meu canal do YouTube e seguir no Instagram! :3

You Might Also Like

4 comentários

  1. Nunca assisti o filme nem li o livro... acho que preciso conferir!

    ResponderExcluir
  2. Assisti ao filme algumas vezes, dentre longos intervalos de tempo. É uma das obras mais complexas, do cinema, que tive contato e sobre a qual dou das melhores avaliações.

    Ainda assim, me neguei a assisti-lo em uma aula de semiótica, não julguei ser uma boa oportunidade para fazê-lo (e acertei). Todos saíram da sala lamentando as horas perdidas e sobre como estaria o resultado do jogo futebol que estava rolando na cidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse filme, e outros semelhantes, requer atenção e uma certa imersão na história, fez uma boa escolha mesmo a não assisti-lo na aula! Heuhe! Até por ser ambientado no espaço, onde tudo é muito lento por padrão, se for assistir sem interesse genuíno no que ele tem a mostrar, acaba desperdiçando a experiência. /:

      Valeo pela visita, Andy!

      Excluir

Muito grata pelo contato, seja sempre bem vindo! :3
You can contact me in english too! Be welcome! ♥

SCIFIGOTH

YOUTUBE

INSTAGRAM