-->

Dezembro 2017

My Blog

Latest blog
Primeiros feelings sobre o meu período de transição capilar! Eu anunciei o início da minha transição aqui em Setembro, depois de passados 2 anos desde quando iniciei o Projeto Rapunzel! Como estava com vontades de escrever sobre cabelos e ainda não quero modificar nada pra deixá-lo descansar mais um pouco, vou falar sobre meus primeiros feelings neste período de transição. Bom, tecnicamente, estou há bem mais tempo sem utilizar químicas definitivas nos fios, então, já vejo uma diferença ENORME na raíz. Inclusive, é até curioso observar esse fenômeno porque fazem anos e anos que não deixava meus cabelos da cor natural. Confesso que a gente acaba até esquecendo como é nosso fio natural depois de tanto tempo!

Uma dica pra quem está passando pelo mesmo período que eu é: larguem o processo de mão! Eu estou fazendo isto e estou percebendo que não fico obcecada pelo crescimento dos meus cabelos. É claro que é bem chato ficar com a raíz enrolada, enquanto o restante do cabelo está "meio" liso, mas o mais legal do meu tipo de fio é que dá pra dar uma tapeada com uns creminhos e deixá-lo "meio" volumoso, pra acompanhar a raíz. Aí não fica uma diferença muito gritante. O Maxi Ondas da Cadiveu tem ajudado bastante também, mas nada que qualquer creminho hidratante comum não possa ajudar! Aliás, está pra chegar uma linha da Kert específica pra isto (o bloguitcho tem parceria com eles), e estou curiosa pra ver os resultados!

Produtos da Kert que chegaram este mês! *-*

No mais, meus feelings com relação à este período também tem sido animação. Porque fico pensando nas mil e uma coisas que vou aprontar no cabelo assim que possível, heuhe! Vocês sabem que eu adoro ficar pintando os cabelos, e agora tenho pegado um pouco mais de jeito nos cortes, mas enfim, por enquanto preciso segurar a mão e controlar essa impaciência que vem de vez em quando. O lado bom é que foco bastante na parte de tratamentos e manutenções, ou seja, acabo focando mais em cronograma capilar e afins. Mas nossa, já fico imaginando as mil e uma possibilidades! *-*

Falar nisto, estava lendo algumas publicações antigas aqui do blog, e vou deixar o link abaixo pra vocês lerem! É sempre bom fazer um revival porque muita coisa boa acaba ficando perdida lá atrás, então, gostaria de compartilhar! Algo que preciso me lembrar de usar quando estiver com os cabelos naturais é essa linha Liso Sem Química da Amend novamente! Quero ver como será o resultado dela nos meus cabelos naturebas! Vamos ver! :3

Links!
Ahhh! Toda vez que venho escrever alguma review ou coisa relacionada à cabelos me dá uma nostalgia! Eu adoro cosméticos, testar coisas, ver o que funciona e o que não funciona, este é um dos motivos que me faz nunca desistir do blog, heuhe! Bom, faz um tempinho que eu terminei de usar esse produto, que é o Exterminador de Frizz, da Lola Cosmetics, um leave-in com esse nome engraçado aludindo ao filme O Exterminador do Futuro, heuhe! Adoro! *-* Aff, como sou boba! 

Sobre o produto: Bálsamo de styling, que suaviza e elimina o frizz, bloqueando a umidade, sem pesar nos fios! Cria uma barreira leve nos cabelos que bloqueia a absorção da umidade, suaviza a cutícula e repele a sujeira. Essa proteção é estabelecida ao longo dos cinco primeiros usos e vai se tornando mais intensa com o uso contínuo. O Exterminador de Frizz é formulado sem óleo mineral ou silicones. Liberado para as técnicas de low poo e no poo! <3
Comentários: Resumidamente, eu gostei tanto do leave-in que o utilizei do início ao fim, sem utilizar nenhum outro produto! Ele acabou rápido, infelizmente, mas realmente tem uma qualidade muito superior e um cheiro super maravilhoso! Sentia que meu cabelo absorvia bem o produto e ficava muito macio e hidratado! Nunca senti uma hidratação tão intensa vindo de um leave-in, equiparando sua qualidade ao meu termoprotetor favorito, que é aquele amarelinho da K.Pro. Faz um tempo que eu terminei de usá-lo, mas somente agora pude fazer sua review, e não pude deixar de comentá-lo porque realmente me surpreendi com sua qualidade! A única coisa que deixa um pouco à desejar é a embalagem, mas este produto é uma prova de que não devemos, mesmo, julgar nada por sua embalagem, heuhe! Fiquei feliz em saber que é reciclável, afinal, nesse momento que estamos, devemos mesmo apoiar empresas que pensam na sustentabilidade e é isso aí. 10/10, não só compraria novamente, como irei assim que possível! Esta publicação não é patrocinada, eu a fiz por livre e espontânea vontade de compartilhar produtos que funcionam muito bem nos meus cabelitchos com vocês!
Os pontos positivos da marca são as embalagens recicláveis, produtos veganos e não fazem testes em animais! :3
Outros itens que já fiz review da marca:
*Nenhuma destas publicações são patrocinadas.*
E aqui estou eu com um texto que significa duas finalizações: a primeira, do Projeto de Escrita Mensal que foi realizado durante todo este ano de 2017 com o grupo Universo Alternativo; e a segunda, com a minha saída oficial do grupo. Eu inaugurei este grupo há dois/três anos atrás (?) e nossa, passa tanta coisa pela cabeça porque sim, é um simples grupo de Facebook, mas já fizemos tantas coisas por lá. Vários projetinhos, várias pessoas que conheci, várias ideias e idas e vindas. Chegou a hora de dizer adeeeeus! Heuhe! Não há nenhum grande motivo envolvido além do fato do grupo ter se direcionado apenas para divulgações de postagens, e meu enfoque sempre foi o de interagir com pessoas. Demanda muito tempo e trabalho manter um grupo organizado e caminhando, que dirá motivado, heuhe! Estou com muitas atividades offline e achei que chegou a hora de anunciar essa minha decisão. Espero que as meninas do grupo saibam que meu blog sempre estará de portas abertas à quem quiser, e é isto aí! O UA sempre vai ter um cantinho especial na minha memória digital, heuhe! 

E bom, vamos finalizar o texto então! O que este ano de 2017 me ensinou?!

Eu aprendi muitas coisas este ano, indubitavelmente. E coisas absurdamente importantes que jamais parei pra pensar com profundidade em minha vida. Acredito que o período no início do ano no qual fiquei "desempregada" (no sentido CLT, porque sempre tô fazendo alguma coisa, heuhe) acabou me servindo para isto. Repensei muitas coisas na minha vida e acabei elaborando, com ajuda divina sempre!, um plano mais consistente pra minha vida, heuhe! Acabei decidindo com mais convicção os cursos que queria fazer e a área profissional que quero seguir. Aliás, acho que por eu gostar de tantas coisas, isto meio que sempre vai ser instável na minha vida, mas o verdadeiro ensinamento foi que aprendi a conviver com isto! 

Escrevi este texto ao som de The Cure. Passa tanta coisa pela mente!

Eu só tenho a agradecer! Em todos os momentos difíceis tive ajuda, e pude ajudar as pessoas também. Tanto offline, quanto online, e isto pra mim, é imensamente recompensador! Também fiquei contente com meus singelos avanços no Youtube, que culminaram no projeto que estou desenvolvendo este mês, o VEDD! Estou publicando vidjos todos os dias, e JAMAIS na minha vida me imaginei sequer publicando um vidjo que fosse... Fiz amizades novas, conheci lugares novos, viajei (e vou viajar de novo! hauha!) aprendi MUITA coisa, iniciei um curso de Arte Digital, agora ninguém mi sigura nessa poha! HUAHAU! E enfim, pude rever várias pessoas do passado que me fizeram mudar de visão sobre elas... Aliás, eu tive um amadurecimento gigantesco esse ano, sem dúvidas, muitos problemas são totalmente criações bestas da mente e quase SEMPRE nunca condizem com a realidade, heuhe! Faz parte da vida, dessa dimensão, né... e bom, sigamos em frente.

Agradeço imensamente as pessoas que me acompanham, mesmo sem deixar comentários aqui no blog, tenho visto as visualizações subirem! Queria dizer que sintam-se a vontade pra deixar seus comentários, é claro, aliás, isto incentiva meu trabalho! E dizer que virão muitas novidades neste próximo ano, tanto com relação à projetos que já estão em andamento, quanto à conteúdos no canal. Inscrevam-se lá porque confesso que tenho adorado a rotina de gravação e edição de vidjos gente, heuhe! Espero que compreendam e não deixem de me acompanhar mesmo assim!

Um ótimo Natal à todos, afinal, faltam apenas 10 dias!
E é isto aí, como digo nos vidjos: vida longa e próspera!
Há pouco fui acometida por esse pensamento sobre a exposição em redes sociais. Eu sempre tive esse costume de tirar muitas fotos por onde eu ando, lugares que vou, quando saio com meus amigos, mas nem sempre tive a necessidade de postar... e isto me levou à alguns questionamentos tanto sobre eu mesma, quanto alguns costumes atuais. Parece que se algo não é publicado, automaticamente não é vivido... Ou se, sei lá, a forma como você se expõe nas redes sociais também acaba por passar uma imagem sobre você. Fico me perguntando isto porque costumo focar mais as publicações do meu Instagram e até de redes sociais no geral no meu trabalho. Quando se trabalha com Fotografia, acaba trabalhando com imagem, quando se foca em Moda, bom... uma coisa tem a ver com a outra. Há muito venho pensando sobre a relação até mesmo energética dessas exposições... Fico me perguntando se sigo o caminho "certo ou errado", ou se até mesmo existe o "certo e errado". Fato é cada um deve seguir aquilo que diz seu coração, se tem vontade ou não, independente de ser uma convenção social. Nem tudo o que é exposto é realmente vivido, ou deixa de ser vivido porque não é exposto... nem tudo é o que parece. Bom... fica aí a reflexão do dia, heuhe! :3
Fotínea Sra Porto <3
Há um bom tempo atrás, eu tinha decidido fazer umas retrospectivas do Instagram aqui, mas acabei fazendo apenas a de 2014. Como eu acabo apagando muitas fotos, resolvi fazer a deste ano pra guardar de recordação aqui no blog! Estava conferindo umas postagens e fotos antigas, e meu Deus, como eu mudei! E pra melhor, graças a Deus! Hauha! Dá vontade de apagar, mas estou me conformando melhor com isto. Ah, sim! Eu mudei o meu user, é @scifigoth agora!

Tirei bastante fotos este ano, espero continuar fotografando mais e mais ano que vem! <3 Ainda mais agora que estou aprendendo bastante coisas legais na Escola de Arte! *-* Aliás, em breve, venho anunciar bastante novidade pra vocês aqui! Vida longa e próspera! <3
Finalmente hoje venho finalizar a Trilogia do Sprawl com o terceiro livro: Mona Lisa Overdrive! Eu adoro esses livros do William Gibson, então, faz um tempo que resolvi reler! E já imagino que vá reler novamente no futuro, pois é um livro bastante denso em informação. Para ver Neuromancer e Count Zero, cliquem aqui e aqui! E vamos à Mona Lisa! :3
Sobre a História: Mona Lisa Overdrive, de William Gibson, é o terceiro e último volume da Trilogia do Sprawl, uma das mais cultuadas da ficção científica. A obra dá sequência aos acontecimentos de Neuromancer e Count Zero e mantém o mesmo estilo cyberpunk. Porém, agora a utilização do ciberespaço evoluiu de tal modo que as inteligências artificiais atingiram a autoconsciência. Libertas do controle humano, elas povoam a Matrix e assombram os usuários. | Em uma história com altas doses de ação e aventura, o romance leva ao leitor novos personagens, como: Mona, uma jovem prostituta a quem é oferecida uma grande oportunidade, Angie, uma popstar do stim, que possui a habilidade de conectar-se ao ciberespaço sem auxílio de nenhum dispositivo (minha favorita! <3) e Kumiko, uma jovem que teve de vir do Japão para se safar de uma guerra entre gangues e encontra apoio em uma experiente samurai das ruas (QUEM SERÁ, NÉ MOLLY?! <3). Essa história conclui os eventos iniciados em Neuromancer, fechando assim a trilogia ícone do cyberpunk. (Extraído do site da Aleph!)
Comentários: Gente do céu, eu não sei nem por onde começar. Talvez falando que não é um livro de fácil leitura, por conter tanta informação emaranhada que, às vezes, é preciso parar e pensar, "espera, o que o autor quis dizer aqui?!" Mesmo prestando muito atenção. É um livro cheio de simbolismos, de metáforas e analogias também, curioso é perceber como o autor conseguiu prever tecnologias atuais na década de 80, em que o livro foi escrito! Muito interessante mesmo. Sobre a trama, personagens carismáticos como sempre, fiquei super feliz de reencontrar a Molly Millions, que já cansei de dizer aqui que é a minha personagem favorita da ficção, e conhecer Angie, uma personagem que gosto muito! Não dá pra ler esse livro sem viajar total pro mundo cyberpunk, meu subgênero ficcional favorito! Tessier-Ashpool mais uma vez em questão, Inteligência Artificial que ganhou consciência de sua própria existência, enfim, o que um livro assim pode nos dizer tanto sobre a humanidade! Estou impressionada... Futuramente estou pensando em transmitir as minhas impressões sobre estes livros em video, lá no Youtube, já que teria tanta coisa a ser escrita e esmiuçada que um texto seria insuficiente. Vi uma notícia no Filmow de que em 2018 haveria um possível filme de Neuromancer... continuo aguardando, hauha! Até mais.

Como eu estou sorteando este livro em meu canal no Youtube, resolvi fazer uma review rapidinha dele aqui no blog, já que eu o li há um tempo. Não sei exatamente porquê não cheguei a comentá-lo por aqui, mas enfim, finalmente chegou a hora! :3
Sobre: Muito mais do que simplesmente um gênero musical, o rock é um estilo de vida. É um sentimento que influenciou moda, atitude, visão de mundo e a história de várias gerações. Esse livro, feito por roqueiros apaixonados, transmite o legado de amor ao rock às próximas gerações. São décadas de história contadas pela equipe da Kiss FM, trazendo relatos pessoais, curiosidades de bastidores, polêmicas, episódios épicos e alguns até engraçados além da trajetória da rádio que é sinônimo do verdadeiro rock and roll. Ligue o som o mais alto possível, abra seu livro e comece esta viagem por onde tudo começou! Isso é rock: é disso que a gente gosta, é disso que a gente entende!
Comentários: Faz um tempinho que eu li esse livro e ele abriu a minha mente! Eu sempre gostei muito de ouvir rock, aliás, é dentro desta vertente que se encontram a maioria das minhas bandas e artistas favoritos, então, aprender mais um pouco sobre sua história foi extremamente importante. Eu gosto muito de saber sobre a história das coisas, e este livro compartilha como foi este processo desde o nascimento até a evolução do rock para o que ele é hoje! Gostei muito da forma como o conteúdo foi dividido, o livro cita grandes artistas e bandas super conhecidas, e os gêneros/subgêneros do rock também! Vale MUITO a pena ler! É claro que conta também um pouco sobre a cena brasileira, que acaba, muitas vezes, sendo esquecida pelo grande holofote que é colocado sob os artistas estrangeiros. Este livro me fez pensar sobre como as coisas andam frias aqui pelo Brasil, se tratando de rock... E enfim, a linguagem do livro é de simples compreensão, os textos muito bem organizados para facilitar o acompanhamento e compreensão, enfim, é um livro 10/10! O que eu mais gostei de saber após sua leitura foram as variações de gênero que houveram daqueles primórdios até os dias de hoje! Fascinante! E achei justo compartilhar com meus leitores neste sorteio que estou elaborando em meu canal do Youtube, pois é um livro muito construtivo, heuhe! Participem lá, inscrevam-se e até o próximo post!

Compre aqui: Classic Rock

Contact Me

Contact With Me

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and type setting industry when an unknown printer took a galley of type

  • 9908B Wakehurst St.Rockaway
  • 990800113322
  • info@domain.com
  • www.yourinfo.com