Álbum de Viagem: Pernambuco

9.12.18

Hoje vou continuar com a maratona de atualizações - que na realidade, tem tanta coisa atrasada que olha... nem sei mais se vale continuar falando em toda entrada de post que é atualização de coisa em atraso! Hauha! Vamos seguindo no nosso tempo. Bom, essa viagem pra Pernambuco era uma meta beeem antiga, e uma das que ficaram sem realização do meu primeiro projeto de 101 Metas em 1001 dias, o anterior que eu desisti pela metade. Isso foi um ensinamento sobre não desistir das coisas antes do tempo, ou deixar pela metade o que vale a pena e decidir o que publicar. A verdade é que desacreditei, mas ainda sim continuei realizando sem ter projetos em mente! Foi algumas dessas conclusões que me inspiraram na retomada e revisão desse projeto durante este ano. As novas metas começaram em Fevereiro de 2018, de forma totalmente intuitiva, e vão finalizar em Novembro de 2020! Acho que o aprendizado não me permite mais desistir, heuhe! Tenho 40 metas agora... e muitas coisas que nem estavam na lista estão se realizando! *-* E bom, porquê estou falando isso? Porque conhecer o nordeste era uma meta antiga! E estou feliz de tê-la concluído inesperadamente! :3
Foi uma viagem totalmente inesperada! Minha mãe precisou ir pra lá pra resolver algumas questões pessoais e eu decidi bem de última hora mesmo ir junto! Como já disse, esse ano não estava sendo fácil, e eu estava "enterrada dentro de mim", se é que poderia dizer assim... Então, decidi ir bem de última hora e foi uma surpresa. Vivi coisas que não necessariamente são parte do meu lifestyle, mas que me fizeram muito bem, como passar uma semana no sítio sem internet e outras tecnologias digitais (só tinha tv, e eu não curto tv então...), e nossa, foi aterrorizante na hora, mas depois eu percebi o quanto essa desintoxicação me fez bem. Ampliou minha mente de fato. Ver os bichinhos me fez refletir sobre vegetarianismo (eu não sou, mas flerto em partes), e enfim, conhecer coisas e pessoas novas! Fiz rolê cultural, e conheci a cidade que, se tudo ocorrer bem, será minha futura cidade durante alguns anos. Eu não vou falar muito sobre mudanças porque eu sempre comento aqui no blog na maior empolgação e acaba não dando certo, então, vamos esperar pra ver o que vai acontecer, aí falo mais. Agora não necessariamente sobre a viagem em si, a reflexão mais vívida que pude ter esse ano foi: tem problemas que são realmente necessários pra que possamos enxergar o que realmente queremos e fazer mudanças significativas na nossa vida! Se não, nunca sairemos de onde estamos seja mentalmente, fisicamente, psicologicamente, o que for. 
E a comida maravilhosa de lá?! AAAAA! <3
Era pra eu ter feito essa viagem há muito tempo, lembro que cheguei a cogitar a possibilidade com a minha mãe há muitos anos atrás, mas não vou reclamar mais do passado. Tô tentando aprender que as coisas realmente são da forma como tem que ser, e acontecem na hora certa. Basta fazermos o melhor de nós mesmos com o que temos naquele momento e tudo ficará bem. Mesmo que a ação seja uma inação. (E que saudade que estava de escrever no blog, parece que só nessa hora as reflexões se consolidam e me fazem muito bem!) E então, voltando a falar sobre a viagem especificamente, eu aproveitei a oportunidade pra gravar, e compartilhar no YT mesmo sem ter a intenção exata de ser YouTuber (num dá, ainda não tenho clareza mental sobre isso, só sei que gosto de fazer e fim!), e fotografei bastante. Como não tinha muito o que fazer, li bastante e deu pra descansar a mente da mesmice. Percebi também que não vejo a hora de sair logo de São Paulo, isso aqui já fez mal demais pra minha mente e vida, mesmo tendo alguns aspectos positivos, como sempre existe.
É com esse mix de feelings que me despeço no texto de hoje, e como já disse um milhão de vezes e quero dizer de novo: sinto falta de blogar com mais frequência, de poder planejar com mais estabilidade, e isso logo acontecerá! Quero voltar logo pra minha "rotina normal", se é que eu tenho uma rotina normal, hauha! E continuar realizando minhas metas, o que me tem trazido muita felicidade! Você que tá aí do outro lado, sinta-se à vontade pra deixar seus comentários! Já conheceu o nordeste?! Assim como qualquer lugar, vi muitos pontos positivos e negativos, mas de fato, algo que não dá pra negar é que o pessoal é muito amigável e tranquilo, o que é praticamente algo de outro mundo à vista de uma pessoa que cresceu e viveu a vida toda em cidade grande onde todo mundo parece que vive paranóico e sempre atrasado, hauha!


Viagem: 12.09.2018 - 02.10.2018

Algo que já ia esquecendo de comentar é que a minha mãe me convenceu a ir de ônibus, e nunca odiei tanto a vida durante dois dias da minha vida, hauha! Embora tenha sido traumático, teve o lado bom, já que eu gosto de andar de ônibus, tenho um feeling meio mochileira, e ver o céu estrelado toda a noite, e poder escutar um álbum de 33h de música que eu queria ouvir com atenção e não tinha oportunidade - nem muita paciência, pareceu encaixar bem com o desafio. Sinceramente, por mim, eu nunca mais iria pra um lugar tão longe de bus na minha vida, mas nunca diga nunca, né? Teve seus pontos positivos também. E sim, podem rir de mim porque até eu riria... ninguém merece! Vida longa aos aviões! Hauha!

You Might Also Like

4 comentários

  1. Jaque, que fotos lindas! E amei o texto todo, viajar é sempre muito legal, ainda mais em um destino desconhecido mas que você queria muito!

    Também tenho vontade de blogar mais, mas parece que isso só ficar mais forte quando voltamos aqui, né?

    Boa sorte com a realização de metas! ♥

    https://nostalgicarina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiim, totalmente inesperado, pra ser sincera era algo que eu nem esperava mais, aliás, foi algo que cogitei há muitos anos! Um presente de Deus, heuhe! Fico feliz de vê-la por aqui!

      Excluir
  2. Também embarquei nessa viagem assistindo ao vídeo, ficou excelente. Viajar é sempre bom, pode trazer experiências que marcam e que fazem pequenas - ou grandes - transformações no nosso jeito de ver o mundo.

    E do post, achei que deu o que pensar. Também me questiono sobre o vegetarianismo quando em contato com animais. Já fui vegetariano por quatro anos e depois me convenci de parar (talvez um erro).

    Belo post. A reflexão que me pegou foi a de que os problemas são necessários. Irretocável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fico muito feliz quando consigo transmitir claramente minhas pretensões pra ao menos UMA pessoa! Agradeço muito por participar disso, Andy! E sobre se tornar vegetariano/a, tudo tem os dois lados. O importante é fazer pelas causas certas!

      Excluir

Muito grata pelo contato, seja sempre bem vindo! :3
You can contact me in english too! Be welcome! ♥

PORTFOLIO

YOUTUBE

INSTAGRAM