#BEDA08 • Modelo russa, descendente de latino-americano e alemã

8.4.18

Vou logo colocar um vidjo do Perturbator porque tô viciada nessa música!

Se eu for contar as coisas mais engraçadas que já aconteceram comigo nesta vida "modelística", ficaria um bom tempo escrevendo, heuhe! Primeiro que, quando eu era pré-adolescente - por volta dos 13/14 anos - era super revoltada com meu corpo. Não gostava da forma dele. O que eu não entendia aquela época é que todos aqueles conceitos que eu tinha na minha cabeça não eram meus, eram reflexos da sociedade na qual eu me encaixava. Hoje me considero, assim como sempre me vi, total outland, e vejo que meus pensamentos mudaram muito, e ainda bem! Foi um processo, foi aos poucos, e houveram bastante coisas pelo caminho também. Me descobri na dança quando tinha 15, e dançava em casa. Me apresentei apenas uma única vez no colégio e depois disso, não mais. Nunca gostei muito de me expor pra falar a verdade. Por aí vocês já devem imaginar que foi um grande desafio começar a fotografar para os projetos do blog um tempo depois. A dança ajudou muito a equilibrar o meu peso e dar uma forma que eu gosto ao meu corpo, mas mesmo assim nunca gostei de me expor.

Hue, se sentindo a modelete no ensaio Casual Goth!
De fotografar pra gravar foi mais um avanço, e me sinto feliz por perceber que avanço a cada vídeo. Que melhoro! Dentre as coisas mais inusitadas que aconteceram comigo durante todo este tempo, está o dia que fui comparada às modelos russas por conta de uma foto antiga que uso a camiseta do Hellraiser e tô de cabelo platinado - eu achei a comparação bem doida, até porque eu nem imaginava como eram estas modelos. Hauha! A referência de russo que eu tinha era a Elke Maravilha e eu a adorava então, fiquei feliz com o elogio! Hauha! Depois disto, um dia no meu último trampo, o sommelier disse que eu lembrava as alemãs por ser branca com o cabelo bem preto, hauha! Eu achei bem engraçada a comparação, e fiquei agradecida porque aqui na minha cabeça - e até hoje, confesso - é um povo bem bonito este, viu. Bom, se eu for lembrar e escrever todas as referências, nem daria pra falar todas! Hauha! De Mari Moon quando eu tinha cabelos coloridos até às latinas, como viram no último texto, haveria muito o que contar. Só queria compartilhar uma parte mesmo.

Vocês já tiveram revoltas com o próprio corpo?!
Contem pra mim nos comentários!

You Might Also Like

0 comentários

Muito grata pelo contato, seja sempre bem vindo! :3
You can contact me in english too! Be welcome! ♥

LOOKS

YOUTUBE

INSTAGRAM